História

São João Paulo II foi um grande defensor da verdade cristã sobre o matrimônio e a família. Durante seu pontificado (1978-2005), dedicou uma atenção significativa às famílias. Publicou, em 1981, a Exortação Apostólica Familiaris consortio, que descreve a missão da família cristã no mundo. No mesmo ano, em sintonia com esse documento, fundou, em Roma, o Pontifício Instituto Teológico João Paulo II para as Ciências do Matrimônio e da Família, que consiste em um organismo que congrega pessoas interessadas (ministros ordenados, religiosos e leigos) em aprofundar o debate contemporâneo sobre a família, bem como promover a beleza da família segundo o desígnio de Deus. Existem seções em nove países do mundo: Washington (USA), México (México), Valencia (España), Bahía (Brasil), Cotonou (Benín), Changanacherry (India), Melbourne (Australia), Gaming (Austria) e a sede central em Roma (Itália). A seção brasileira do Pontifício Instituto João Paulo II para Estudos sobre Matrimônio e Família tem sede em Salvador e foi criada em 1997, por vontade do Cardeal Dom Lucas Moreira Neves, em diálogo com Mons. Angelo Scola, que era presidente da sede central do Instituto e simultaneamente Reitor da Universidade do Latrão. Essa iniciativa teve apoio direto de São João Paulo II.

Av. Cardeal da Silva, 205 – Federação, Salvador - BA
CEP 40231-902
Tel: (71) 3203-8958
secretaria@institutofamiliajoaopaulo2.org.br

Veja no mapa